Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Nova Zelândia abre a maior central geotérmica do mundo

Mäyjo, 24.10.13

 

Nova Zelândia abre a maior central geotérmica do mundo

 

A Nova Zelândia acaba de anunciar a conclusão da maior fábrica de energia geotérmica do mundo. Projectada pela Mighty River Power, a central geotérmica Ngatamariki de 100 MW é o terceiro projecto de energia geotérmica realizado no país desde 2008. A infra-estrutura está localizada perto de Taupo e é considerada um marco estratégico, tal como uma importante conquista.

Devido à natureza complexa dos projectos geotérmicos, a empresa dedicou mais de uma década a construir parcerias e mais de €55 milhões (R$ 165 milhões) em explorações antes de tomar a decisão de avançar para a construção da fábrica.

“O nosso compromisso (…) para este projecto só foi confirmado depois de nos satisfazermos em cada uma das suas frentes – e a sustentabilidade a longo prazo dos recursos e retornos dos nossos investidores”, afirmou Joan Withers, da Mighty River Power.

Ormat, empresa responsável pela construção da fábrica, diz tratar-se da maior instalação do género do mundo. Funciona através da alimentação de conversores de energia com fluido geotérmico a alta temperatura (193º C). Nesta configuração, 100% do fluido geotérmico é reinjectado com zero consumos de água e baixas emissões, minimizando o impacto sobre o ambiente e sem esgotar os reservatórios subterrâneos.

Ao contrário de outras formas de energia sustentável, a geotérmica não está dependente das condições climáticas, o que significa que pode ser executada a qualquer altura, sem interrupções.

Inhabitat adianta que as cinco centrais geotérmicas da Mighty River Power geram cerca de 10% da electricidade anual total da Nova Zelândia. A iniciativa geotérmica da empresa evita o uso do carvão, poupando ao país mais de três milhões de toneladas de emissões de carbono por ano.

in: Green Savers